Categoria

Leitura

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO do MÊS 20 Regras de Ouro para Educar Filhos e Alunos – Augusto Cury

Da mais desafiadora e importante missão, que nessa leitura atualíssima nos impele da reflexão a ação.

Mas o que pensamos ser educar hoje?

“Ensinar a pensar antes de agir, não adestrar o cérebro, mas levar nossas crianças a desenvolver consciência crítica, não é cobrar demais, mas conduzi-las a ter autonomia, não é superproteger, mas estimulá-las a trabalhar perdas e frustrações, não é punir, mas levá-las a ter autocontrole e colocar-se no lugar dos outros.”

Provocar a mente dos jovens, estimular a arte da dúvida, de empreender, de se reinventar. Encoraja-los a ter o deleite do prazer de aprender como Platão, a buscar pelo sentido da vida, como Victor Frankel almejava, a dar vazão a busca irrefreável por liberdade, como Sartre acreditava; a libertar o imaginário, como Einstein aspirava.

E, como o próprio autor, o psiquiatra e psicoterapeuta Augusto Cury sonha: estimular o Eu a ser gestor da mente e autor da própria história.

Lições para sermos melhores educadores e como sair do encarceramento do pensamento cartesiano e das urgências desfocadas dos nossos tempos.

CULT SESSIONS Leitura

VIDA DE MODELO Dois Livros entre Glamour e Realidade

GISELE -Tashen

LIVRO2
Desde o fim do ano passado na nossa lista-desejo de table books, a curadoria de mais de 300 imagens (algumas exclusivas!) da modelo mais bem-$ucedida do mundo e da história, pelos mestres das lentes fashionistas, sintetiza o glamour e a arte dessa profissão que faz sonhar milhares de meninas brasileiras, como Gisele. Pode custar de 500 a 3500, dependendo da forma editada!

PRECISO RODAR O MUNDO por Michelli Provensi -Aventuras Surreais de uma Modelo Real

LIVRO
Escrito pela modelo catarinense de Maravilha, e hoje apresentadora da MTV, Michelli Provensi – uma escritora espontânea e cativante, o livro é indispensável para todas as aspirantes a top models, pais de iniciantes e curiosos, como eu, em geral. A realidade descrita de forma pessoal e divertida, simples e direta. Ou seja, os tombos e não apenas os flutes que se tomam.

CULT SESSIONS Leitura

NA CABECEIRA Livro MULHERES EM EBULIÇÃO Dra. Julie Holland

IMG_0497
Se eu tivesse que indicar um livro que todas as mulheres deveriam ler atualmente, e quem sabe alguns homens, seria o da doutora norte americana Julie Holland, Mulheres em Ebulição.Indiquei para minhas amigas mais íntimas só de iniciar a introdução, mas agora, chegando às páginas finais, indico urgentemente, antes mesmo de  terminar: é quase um manifesto à natureza feminina tão deturpada e desvalorizada, tantas vezes por nós mesmas, que tentamos arduamente nos igualar ao sexo oposto.
Não, não pense que há algum viés machista ou que se trate de um auto-ajuda simplista. Dra.Julie é uma psiquiatra com 20 anos de experiência clinica, especializada em psicofarmacologia, do tipo que queremos como amiga, pela mente não pelas receitas.
Devo dizer que venho de uma educação onde remédios são respeitados e administrados quando necessários, e a tristeza,assim como a alegria, fazem parte da vida e do aprendizado. Não me refiro aqui a casos severos de depressão ou outros problemas psicológicos, que devem ser pesquisados a fundo e tratados.
Mas acredito que devemos encontrar as causas e não apenas camuflar sintomas. Por isso a algum tempo me assusto com a quantidade de amigos que tomam remédios pra dormir, acordar, levantar…  e sim, às vezes me sinto uma estranha no ninho. Até ler as páginas informativas, divertidas e provocantes de Mulheres em Ebulição.

SEM MÁSCARAS

Julie comenta que no começo da sua profissão, as mulheres chegavam em seu consultório relatando falta de sono, por exemplo, e queriam entender o porque.
Hoje, ela diz que as pacientes chegam com falta de sono e mais indicações de remédios a serem administrados, na esperança que Julie escolha a melhor opção. Mas em determinadas situações, sintomas assim, apesar de incômodos, podem ser uma chamada para a ação. Segundo a doutora, “A tristeza pode nos ajudar a fazer avaliações realistas de nossa vida.É preciso entrar em sintonia com o desconforto, e não rejeitá-lo.” Ou usar disfarces sintéticos que no fim impedem o fortalecimento da nossa imunidade emocional.

A QUÍMICA FEMININA

IMG_0504
Mas esse é só um ponto, o livro aborda a química feminina em todas as idades e fases, explicando como e porque as coisas são do jeito que são. Já parou pra pensar que a ansiedade que a maioria das mulheres reclama é da sua própria natureza?! Geramos vidas e cuidamos delas, precisamos dessa habilidade.

Se ainda não te convenci, que tal essa:
“Nossa vida está fora de sincronia com a natureza. Quanto mais nos afastarmos do que é natural, mais doentes vamos ficar.” Piores mães seremos, mulheres e pessoas.

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO de Cabeceira da Semana: A ELEGÂNCIA DO OURIÇO, Muriel Barbery

IMG_4720
Ele não é novo, foi publicado em 2006, e logo se transformou numa das melhores surpresas da literatura contemporânea na França, país de sua origem, mas não foi considerado um best seller mundial.

Chegou aqui, na V+ , através de algumas indicações entusiasmadas e confesso que me cativou de começo, apenas com a sutileza do título: A Elegância do Ouriço. E cativante se manteve. O romance filosófico, cuja história se passa em um prédio burguês francês e tem como narradoras a zeladora de meia idade culta e uma pré-adolescente pensativa, é de uma sutileza e densidade deliciosas. Michel, a zeladora tem aquela melancolia madura e amor pela arte, enquanto Paloma vive uma crise interna com a hipocrisia que a cerca, com colocações simples e, ao mesmo tempo, profundas, uma acidez e perspicácia que me faziam devorar as páginas, à espera de seus “diários do movimento do mundo”.

Eu me apaixonei pela visão da pré-adolescente.. Mas acho que pode ser diferente pra cada leitor. Um dos fragmentos do movimento do mundo: “Viver, se alimentar, se reproduzir, realizar a tarefa para a qual nascemos e morrer: isso não tem nenhum sentido, é verdade, mas é assim que as coisas são. Essa arrogância dos homens de pensar que podem forçar a natureza, escapar de seu destino de pequenas coisas biológicas.. E essa cegueira que tem para a crueldade ou a violência de suas próprias maneiras de viver, de amar, de se reproduzir e de fazer a guerra a seus semelhantes…”

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO da Semana COMO TER UMA VIDA NORMAL SENDO LOUCA, por Camila Fremder e Jana Rosa

unnamed-1
“Divertidas dicas para lidar com as diversidades e situações do uiverso feminino.” Se você é mulher,  na faixa dos 20 a recentes 30s, saiba que esse é um auto-irônico manual e talvez um dos mais bem-humorados livros de “auto-ajuda” capaz de fazer rir por identificação instantânea e vergonha deliciosamente pessoal.
A  dupla de autoras dá conselhos  bem-humoradíssimos, que só quem sabe que não se levar a sério é o segredo para manter a loucura normal. E em segurança!

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO DA SEMANA: ACHADOS&ROUBADAS Experiências Gastronômicas de Washington Olivetto ao Redor do Mundo

489180_achados-e-roubadas-experiencias-gastronomicas-de-washington-olivetto-ao-redor-do-mundo-678060_Z2
Explicando seus gostos, um dos mais renomados publicitários do Brasil, Washington Olivetto diz que não frenquenta restaurantes, mas pratos. O livro-guia, meio que um pocket book de memórias gourmand afetiva, também entrega qual o restaurante favorito de editores e fotógrafos de moda em Nova York e onde os chefes comem bem e barato na Côte d’Azur. Uma leitura leve e deliciosa de quem aprecia as particularidades e sabe que “restaurantes são comida, mas não são só comida.”

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO da SEMANA Alma do Rio por Cynthia Howlett

alma do rio livro

Esse talvez seja o guia (livro-agenda) mais pessoal e bacana do Rio,  escrito por uma autêntica garota carioca com suingue e sangue bom, que revela não apenas a essência da Cidade Maravilhosa, mas o que é ser carioca. Afinal, são eles que dão vida ao Rio. Escrito em português e inglês, com imagens e ilustrações lindas, a Alma do Rio se expressa com todo o charme despojado que encanta  gringos mundo afora e nós, Brasil adentro. Cynthia, menina do Rio, gata esportista e profissional da vida saudável, faz a gente viajar sem sair de casa.

CULT SESSIONS Leitura

Cult Sessions LIVROS DE SALA E CABECEIRA

Alguns são pra já, recém-lançados ou ainda não encontrados/encomendados. Outros super-aguardados para 2015! Anota aí, porque vamos de perspectiva infantil a crônicas de alcova.. O V+A é eclético e não se limita a gêneros, cuidado:

livros dica 2015 1. PAI, Eu Estou Observando ( Carlos Avila), a visão de um menino de 7 anos sobre o relacionamento com os pais e sua educação.

2. Porno Chic ( Hilda Hilst), textos eróticos, ou não, você decide se a autora cult mereceu a alcunha de maldita depois deles.

3. Funny Girl (Nick Hornby), o novo romance do pop autor inglês sai em Março. Diversão leve garantida, que não deixa de ser uma cronica de comportamentos contemporâneos.

4. US (David Nicholls), quem leu UM DIA, mal pode esperar pelo novo livro dele ainda esse ano. Mais caixas de lenço nos aguardam?

5. CHLOE Sevigny (RIZZOLI), a evolução de estilo de um símbolo dos Anos 90, a atriz teen do polêmico KIDS para queridinha de estilistas hypes e detentora de uma autenticidade inabalável. Para caçadores de estilo como a gente!

CULT SESSIONS Leitura

APRENDENDO A SER MÃE Sem Deixar de Existir Livro da Semana:

IMG_3127

“Sejamos honestos: a parisiense é uma mulher egoísta. Uma mãe carinhosa, mas ainda assim incapaz de esquecer de si mesma. Quase não há em Paris a “mater dolorosa”, a mulher cuja vida gira em torno do sacrifício, cujo maior objetivo é passar os dias fazendo tortas para sua prole.

A parisiense não deixa de existir no dia em que tem um filho. Ela não renuncia a seu modo de vida um pouco adolescente, suas noites entre amigos, suas festas, nem às manhãs em que se sente acabada. A verdade é que ela não renuncia nada. Porque, por outro lado, ela também assume seu papel de mãe. Ela não abre mão de educar os filhos, de vê-los crescer, de transmitir seus princípios, sua cultura, sua filosofia. E o que acontece com a vida de uma mulher que não renuncia a nada? Bem, acontece o caos, muito caos. Um caos tão constante que quase se torna uma forma de ordem, de tão perene que é. E talvez esse seja o maior princípio do sistema educativo da mãe parisiense: seu filho não é um rei, e sim um satélite da sua vida. Ao mesmo tempo, ele é onipresente, pois satélite vai aonde a mãe for e compartilha com ela todos os seus momentos preciosos.

Ele pode acompanha-la nos almoços, nas compras, ir parar em um show ou em um vernissage, cair no sono em um banquinho, sob o olhar meio carinhoso e meio culpado da mãe. Mas a criança também vai à escola, ao parque, faz aula de tênis, ginástica olímpica ou cursode inglês. Às vezes faz tudo isso. Esses momentos compartilhados, momentos de cumplicidade normalmente proibidos, tornam-se exceções regulares, deliciosas escapadas que bagunçarão um pouquinho a rotina da criança.

Mas, verdade seja dita, no fundo isso não incomoda ninguém. No futuro, eles guardarão flashes de memória, pedaços de conversas ouvidas de relance, vestígios do mundo adulto que puderam brevemente conhecer, moldando uma imagem alegre do que o futuro lhes reserva. Esse amor à vida é, para a parisiense, a melhor forma de fazer com que as crianças queiram tornar-se adultas. E a melhor maneira para a mães nunca lamentarem as coisas que teriam perdido enquanto cuidavam dos filhos.”

CULT SESSIONS Leitura

SEMANA ESPECIAL KATE MOSS – Kate Moss em 3 LIVROS

KATE MOSS EM LIVROS

O V+A já está comemorando o aniversário – é dia 16 – de uma das nossas musas de estilo que revolucionou nossa maneira de vestir atual: Kate Moss. Hoje a dica é de 3 livros absolutamente necessários para os fãs e para quem gosta de história de bastidores sobre os principais rebeldes da moda dos anos 90-2000.

  • KATE The Kate Moss Book (Rizzoli)

KateMossBook

Das primeiras fotos da carreira até o ápice do olimpo fashion, Kate sob os olhares  dos maiores fotógrafos de moda do mundo, com imagens exclusivas.

 

  • KATE MOSS por Mario Testino (Taschen)

cover_ce_testino_moss_1007061033_id_355702-1

Sexy, frágil, linda, provocante, espontânea e simultaneamente enigmática. Momentos de intimidade explícita que só o caliente peruano Testino é capaz de extrair. Ou seja, mais pelada aqui do que nos 60 anos da Playboy.

 

  • CHAMPAGNE SuperNova, Maureen Callaham

kate_moss_book_cover_1a0q6me-1a0q6mr

O problema é que não saiu a edição na nossa língua. Ainda. A promessa é para esse ano pela Rocco. Mas se você domina o inglês, embarque já em revelações quentíssimas. Um livro reportagem da jornalista americana do The New York Post, Maureen Callahan sobre o trio que reinventou a moda nos anos 90: Marc Jacobs, Alexander Macqueen e Kate Moss. E seguem influenciando o mundo. Sim, o título é inspirado na música do Oasis, amigos de Kate.

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO DELÍCIA DAS FÉRIAS – Pó De Lua por Clarice Freire, Para Diminuir A Gravidade Das Coisas

O que me chamou a atenção no aeroporto entre um voo e outro foi o layout fresh: em turquesa, papel pardo e pensamentos rabiscados, um por página, como um diário pessoal e inusitado, para ser desvendado. Sim, a parte V dessa dupla, apaixonada pela forma caiu no encanto, mas a outra parte defensora das palavras não vão ficar imune.

Li em um voo curto, devorei pra ser sincera, poesia suave, “delicada mesmo nos lugares – e corações – mais pesados” como a própria escritora, uma inquieta Pernambucana, define. Clarice começou com um blog que leva o mesmo nome e o livro é uma compilação do que tem por lá, vale a visita também.

PO DE LUA LIVRO

Divido com vocês alguns dos meus favoritos:

“Gosto do absurdo que brinca de impossível.”

“Tanta Dor  que nem tentar é tentaDOR esquece a DOR e tenta o desafiaDOR.”

“Pontos finais são comuns. Pontos em comum dispensam finais.”

“Tomei (tanta conta) de você que perdi os cálculos e as coisas mudaram de valor.”

“Guardo comigo os dias de sol como tochas vestidas de sim e as acendo nas noites de NÃO, de TALVEZ ou de FIM.”

“ExpectATIVA a palavra já diz: é uma espera ativa DEMAIS para ficar parada. Por isso ela pode quebrar tudo. Melhor não criar em casa.”

“Já que essa vida gira tanto indecisa, faz de tudo um escarcéu, eu giro com inteligência e faço dela um carrossel.”

“Eis minha loucura: o mundo quer TER eu quero TERnura.”

“Dizem que tenho lá meus exageros. Que não sou realista. Mas veja bem: o mundo é tão grande pra se ver minimalista.”

CULT SESSIONS Leitura

Dica Cult MEU LIVRO DO ANO por German MartiTEGUI

livro do ano

Ele é dono de um dos restaurantes mais cultuados de Buenos Aires, o TEGUI,  e este ano ainda ganhou mais ibope como jurado do programa Masterchef.  Para a Elle Argentina entregou o melhor livro que leu esse ano: The Virtues of The Table, do filósofo pop inglês Julian Baggini. Segundo ele, fala do consumismo, dos excessos dessa época e do que deveria ser nossa alimentação. Mas enquanto esperamos uma edição em português, vale procurar algum livro de Julian, que já ganhou tradução em nossa língua, como O Porco Filósofo, o cara escreve para o The Guardian e The Independent e é um dos jovens filósofos mais influentes da sua geração.

CULT SESSIONS Leitura

LIVRO DE CABECEIRA: O PEQUENO TRATADO DAS GRANDES VIRTUDES, André Comte-Sponville

imagem

A dica cult de hoje é esse interessante livro do filósofo francês André Comte-Sponville. Filósofo e francês? Pense duas vezes: franceses gostam muito de conversar e aqui a filosofia pode até parecer literatura. O Pequeno Tratado das Grandes Virtudes lembra Espinoza, “É melhor ensinar as virtudes do que condenar os vícios…” É melhor a alegria à tristeza, a admiração do que o desprezo, o exemplo do que a vergonha. Prepare-se para resgatar  a perspectiva de coisas que estão subestimadas hoje em dia, como polidez e fidelidade.

CULT SESSIONS Leitura

BRASILeaks ENIGMAS QUE DESFIAM O BOM-SENSO

foto (4)

Ontem fui na Feira de Livros no Colégio Salesiano, uma boa oportunidade de incentivar a formação dos pequenos leitores a preços mais razoáveis. Entre os livros selecionados pelas professoras, me chamou a atenção o valor de R$35 reais por um livrinho fininho, fininho, de autor nacional, especialmente se comparado a tantos outros super-elaborados, como um sobre Charles Darwin a R$45. Ao pagar, questionei sobre essa diferença gritante, ao que a organizadora da feira me explicou não menos indignada. É o tal custo Brasil. Esses atuais  livros surpreendentes que encantam os pais de crianças,  são todos produzidos na China, por isso apresentam preços melhores. Mas corra, mamãe, corra! Já existe uma lei para taxa-los: de livros passarão a ser definidos como brinquedos, assim pagarão (pagaremos!) mais impostos. Não seria mais inteligente e benéfico para a cultura geral da nação, diminuir o custo interno? Educação e um povo minimamente culto nunca foi prioridade do patropi.

CULT SESSIONS Leitura

COMO FUNCIONA O BRASIL

Sobre o custo de viver num país “rico” de impostos abusivos, onde a maioria da população é pobre e todos pagam muito mais do que no Primeiro Mundo pelo mesmo bem de consumo. E não temos nem o básico: educação, saúde e infra.

CULT SESSIONS Leitura

DA SERIE DOS MAIS DIVERTIDOS LIVROS VIDA REAl “Sou Um Desastre com as Mulheres” de JUSTIN HALPERN

hugePhoto_0

Já falamos do Justin aqui, sobre seu livro hilário Meu Pai Fala Cada Uma (ou cada “merda” em livre tradução!), que além de render boas risadas, nos dá um forte e irreverente exemplo de figura paterna muito inspiradora em sua sabia clareza diante da vida. É imperdível para qualquer pai e mãe.

Sam Halpern está de volta nas lembranças dos “percalços da vida afetiva” da infância a adolescência de Justin. São aqueles tipos de situações que somente o tempo tem o efeito de aliviar seu grau de constrangimento e tornar ainda mais engraçadas. As tiradas do Sam – pai continuam surpreendentes e divertidíssimas. É um livro que faz a gente ter pena de chegar às paginas finais.