Categoria

Experiências Gastronômicas

DA ILHA Delícias Portuguesas O Melhor Bacalhau Catarina

IMG_8251

O restaurante Delícias Portuguesas, no centro de Floripa, é uma dessas quase unanimidade gastronômica, famoso pelos seus pratos de bacalhau. Em uma casa açoriana de frente para uma pracinha, saiba que não é o restaurante mais charmoso e convidativo, no entanto, é perfeito para aqueles almoços de inverno em família, próprios dos fins de semana ou um almoço sem maiores pretensões do que comer bem e jogar conversa fora.

Mas o que faz dele tão especial assim?! Um dos seus  consagrados bacalhaus! Cada um tem sua preferência, a nossa é o bacalhau em posta sobre purê de batata baroa com lascas de alho e gengibre. Uma união de sabores que faz toda a diferença e se integra harmoniosamente. Para começar, vá de bolinho de bacalhau, daqueles de mãe, quase bacalhau puro. E para acompanhar, sugiro o vinho português, claro, Quinta da Alorda. Um programa típico da ilha.

Minha Experiência no KINOSHITA, SP

Há muitos anos ouço falar do Kinoshita, um dos restos de comida japonesa mais conceituados de SP. Seja por suas excentricidades, frequência, valores e qualidade “tokyanos”, a verdade é que as opiniões a respeito dele divergem muito-vale ou não vale $$$$$ e estrela Michelin?
Como curiosa que sou, a decisão sempre é degustar minhas próprias conclusões.
Com esse espírito desbravador, e inquisidor, que lá jantei com um amigo semana passada.
Por fora, uma casa na Vila Nova  Conceição se destaca, mas o interior em nada surpreende, mesas nada convidativas  até me lembraram o padrão praça de alimentação de shopping.
Logo, olhamos para o balcão na esperança de um lugar, pelo menos mais atrativo, com sorte sentamos do lado esquerdo, essa parte um pouco melhor, com a luz não tão invasiva e uma sala com uma mesa de tatame que pode ser reservada pra alguma data especial.
Audaciosos, embarcamos na aventura completa, o menu degustação….A sequência é longa, com muitas opções, saí realmente satisfeita, pra não dizer cheia, mas em nada admirada ou conquistada. Não achei o peixe mais fresco de São Paulo e nem as combinações mais criativas- embora a apresentação fosse um charme e nada realmente fosse  ruim. Estarei eu me tornando uma dublê implacável de crítica gastronômica?
Embora a noite tenha sido agradável e interessante, independente do menu, meu veredito imparcial não precede a fama do Kinoshita, que realmente não é o tipo de restaurante que me convence voltar.

IMG_8173

IMG_8174

IMG_8175 (1)

IMG_8193

IMG_8194

IMG_8195

IMG_8199

IMG_8197

IMG_8200 (1)

ONDE COMER, AMAR E VOLTAR SEMPRE EM SP: CARLOTA

Chegar em SP bem na sexta, sem reservas para o Dia dos Namorados – uma noite que não importa a solteirice ou grau de comprometimento: ninguém quer ficar em casa – , é se arriscar a uma longa, longa espera ou comer mal.

carlota

Lembrei do Carlota, que, na minha opinião nada guiada por crítica estrelada  da moda, sempre foi um dos melhores restos de São Paulo. Ligamos e nem acreditamos que a política é reservar 30% das mesas, o restante é acomodado por ordem de chegada.

Nosso casal super-parceiro, Ton e Adri, conseguiu chegar no número 753 da rua Sergipe, no charmoso bairro de Higienópolis, por volta das 19h. Em meia hora o resto estaria lotado, com pessoas esperando nas mesinhas de fora. Casais de todas as idades, serviço atencioso,ambiente acolhedor… e  a comida de Carla Pernambuco, multicultural e brasileira, requintada e com muito sabor, sem afetação, simplesmente perfeita. Fui  embora me perguntando porque demorei tanto para voltar!

ONDE COMER e BEBER BEM EM CURITIBA MB BRASSERIE

Untitled-mb brasserie curitiba

Manu Buffara, jovem chef de expressão em Curitiba, comanda dois restaurantes, o primeiro estrelado em seu nome, e o mais recente e informal, aberto a um ano,  o MB Brasserie. Em ambos, ela leva a sério a questão de ter uma relação próxima com produtores e servir um cardápio da estação. Tão a sério que ela arrendou um sítio e contratou agricultores para produzir ervas, saladas e hortaliças especificamente para seus restaurantes. Tudo orgânico, claro.

E foi na sua segunda casa, que almoçamos com uma turma de amigos sábado passado, depois de perdermos nossa reserva no badalo do 348. O MB fica a duas quadras dali, o ambiente não é tão interessante, sem mesas externas em um dia lindo de sol, uma espécie de armazém antigo de secos e molhados, acolhedor e despretensioso. Aparentemente, um restaurante  para almoçar em um dia de semana qualquer, mas não torça o nariz, ainda não.

No cardápio que valoriza os sabores brasileiros, ingredientes regionais de alta-qualidade mesclados com conceitos e técnicas apuradas de preparo contemporâneo. Comecei com o bolinho de carne assada com banana da terra, seguido por ravióli de cordeiro com pinhão e pesto, ambos deliciosos. E os demais pratos da mesa, pareciam igualmente saborosos.

Mas o que me conquistou, e assegurou o seu lugar no V+A foi o menu de caipirinhas!!! Devo dizer que não sou uma fanática pela bebida, mas se tem misturas inusitadas, meu curioso paladar se aguça… Foi assim que comecei a degustação, pedi uma de cada como uma jornalista investigativa, e fui surpreendida uma mixologia perfeita de gostos criativos.  Minhas preferidas: uva com manjericão, tangerina com pimenta, tomate com manjericão e limão, e cachaça ouro com rapadura.

A mesa pediu outros drinks, tão bem elaborados quanto as caipirinhas, e lendo, descobri o porque de tamanha euforia: a casa acaba de lançar uma nova carta de drinks, especialmente desenvolvida pelo mixologista Márcio Silva.

Considerado um dos nomes efervescentes entre os mixologistas do Brasil, Márcio Silva conta com uma vasta experiência no segmento e, atualmente, é responsável pelo sucesso do bar SubAstor, de São Paulo (SP). Para o MB Brasserie, o profissional criou uma carta de drinks bem diferente, que une releitura de bebidas clássicas e misturas exclusivas. Entre os principais preparos estão o Bloody Mary, o Santa Marta, o Smash de Manjericão, o Cosmopolitan, o Penicillin e o Aperol Spritz. Além das  caipirinhas!

No empório, os itens disponíveis são feitos de forma artesanal por produtores locais, inclusive cervejas de rótulos bem inusitados, como forma de valorizar a produção made in Paraná e mostrar a qualidade dos ingredientes encontrados na região.

O MB Brasserie fica  na Alameda Dom Pedro II (nº 333) e funciona de terça-feira a sexta-feira, das 11h30 às 15h e das 18h30 às 00h; e nos sábado e domingos, das 12h às 00h.

AYA, São Paulo – JAPA Experiência Gourmet

Essa dica de insider vai para nossos “foodies” cheios de apetites.

Untitled-1

Querem  saber um dos segredos mais bem guardados do paulista gourmet? Onde todos comem os sushis mais frescos? Não, não seria o badalado Naga, o festeiro Ohka e nem mesmo o fashionista Kosushi. O V+A se infiltra e revela, correndo riscos de retaliação. Mas, na confiança de que o segredo permaneça a salvo com vocês!

O Aya, em Pinheiros, não é novo, ouço falar dele a um bom tempo, mas só a pouco tive o prazer de conhecer. Fica fora do circuito Jardins, sem baladação e decor sensação, mas com um publico tão fiel quanto bacana, o balcão mais lotado e o peixe mais fresco de SP. Sim, aqui o grande programa é sentar no balcão, de preferencia no primeiro andar, em frente ao sushiman, por isso faça reserva.

Optar pela degustação, ou pedir pelos seus preferidos, que são servidos um a um em uma pedra a sua frente, para degustar imediatamente. Com inúmeras propostas, divido com vocês os high-lights do jantar, mas tenha em mente, o diferencial aqui não são invencionices mil, mas a qualidade indiscutível:

  • Salmão no maçarico trufado, para repetir!!
  • Salmão do Alasca, mais laranja, cheio de ômega 3, para lembrar o que é salmão de verdade.
  • Anchova Negra
  • Polvo, com uma consistência divina!

E para aqueles que gostam e não se importam o Atum com Foie Gras parece ser sensacional. Dito tudo isso, não se assuste com o preço, que pode ser tão alto como o nível da sua satisfação, vá preparado!

ONDE COMER EM LISBOA 2014

Quanto aos restaurantes, a lista é grande!  Entre estrelados, clássicos, outros mais turísticos e vários frustrantes… nada simples e fácil de escolher. Para facilitar indico 3 restaurantes, dica de um amigo português dos mais exigentes. Dois deles são mais tradicionais: o 100 Maneiras e o Pap’açorda. E o terceiro New HotSpot total, merece menção honrosa:

Top Resto Moderno/ Imperdível Lisboa: Mini Bar do Alvares

MINI BAR 7

MINI BAR 1
José Alvares é um chef novo famoso em Lisboa, especializado em cozinha molecular inventiva, com seis restaurantes na cidade entre eles o famoso Belcanto. O Mini Bar abriu a alguns meses e já é sucesso absoluto! Do lado do cinema municipal, por isso faz referências do mesmo em seu menu, decor e proposta. Um gastro bar no qual é possível, ir para tomar um drink, provar alguns tapas com os amigos ou jantar. Aberto das 18h as 2h da manha com Dj de quinta a sábado.

m

5_Mini_Bar_Vieiras_sabores_Thai-1
Aconselho ir para jantar, já que é uma experiência a parte. Nós fizemos o Menu em Cartaz, dividido em 6 Atos, com 8 degustações e mais 2 sobremesas por 39e por pessoa. Mas, é possível pedir individualmente o que se deseja. Se esse for o caso, não  deixe de provar a margarina de maçã verde e hortelã e o Cornetto temaki de tártar de atum com soja picante, meus preferidos da noite. Outras  grandes estrelas foram as Vieiras salteadas com sabores thai, Hamburguer  DOP, Arroz de vitela com parmesão e Cone de chocolate em 3 texturas com flor de sal e pimenta rosa.

mini bar 2

mini bar 11

Embora o chef seja famoso, ele está lá, acompanhando tudo de perto. O ambiente moderninho e despretensioso,  tem uma atmosfera descontraída e divertida. Fomos na sexta e estava lotado, mesmo com reserva, esperamos um pouco, mas nos trouxeram caipirinhas comestíveis para adoçar a espera, e , 1h30 sentava a última mesa para degustar, por isso faça reserva pelo menos com um dia de antecedência para garantir. O horário de jantar em Lisboa é 21-22hs.

3_MiniBar_4-1

7_MiniBar_Globo_lima_limo-1 copy